Implante dentário é para mim?

implante dentário

Implante dentário é para mim?

O Implante dentário tem sido um dos procedimentos cirúrgicos mais buscados nos consultórios odontólogos nos últimos tempos.

Procurado por pessoas que desejam ter o sorriso completo novamente, implantes são hoje um dos melhores tratamentos para a reabilitação oral.

Entretanto, é preciso entender o que de fato é um implante, como ele é feito e se o seu caso é indicado para a colocação de um. 

Por isso, leia o nosso texto e descubra.

O que é um implante dentário

O implante dentário é um processo cirúrgico, realizado dentro do consultório odontológico e visa repor um ou mais dentes perdidos.

Ele é feito com a colocação de pinos de titânio no osso e, após o período de osseointegração, quando ele se fixa, é colocado a prótese do dente.

Para que você entenda melhor, o pino fixado atua no lugar da raiz do dente, sendo a base para a prótese dental.

Dessa forma, ele se torna um componente preso ao osso, o que traz mais segurança e conforto as pessoas que optam por esse procedimento.

Outro ponto importante a ser dito, é que o titânio é um material biocompatível com o organismo humano, assim, ele não corre o risco de ser rejeitado.

A sua composição também permite que ele não enferruje com o passar dos anos, mesmo estando em um ambiente totalmente úmido como a boca.

Portanto, para você que deseja ter novamente o sorriso completo, o implante dentário se torna uma ótima opção de restauração oral.

Para quem é indicado

O implante dentário é indicado para quem perdeu um ou mais dentes, devido a acidentes, traumas, doenças ou extrações.

A sua colocação permite devolver ao paciente contornos estéticos, a função mastigatória e a qualidade de vida. 

Isso sem falar na fonética, que pode ser melhor desenvolvida, já que os dentes, juntamente com a língua e ossos do maxilar ajudam na comunicação.

Como sabemos, os dentes estão diretamente ligados a autoestima. É comum vermos pessoas se esconderem com vergonha de mostrar o sorriso faltando um dente.

Por isso, se você perdeu um ou mais dentes, o implante certamente é para você.

Entretanto, um ponto importante é o tempo que a pessoa ficou sem os dentes. Quanto menor o tempo, mais rápido será a recuperação com os implantes.

Isso porque, com o tempo, pode haver a reabsorção óssea e o local onde será colocado o implante estará comprometido.

Porém, isso não é o fim, apenas levará mais tempo para a colocação da prótese. Com a absorção óssea, a região onde poderia haver a implantação do pino de titânio terá uma espessura e altura menores do que o necessário.

Sendo assim, antes da realização do implante será preciso que seja feito uma análise do caso e se é necessário realizar enxerto ósseo na boca do paciente.

Para isso, o dentista poderá utilizar material ósseo do próprio paciente, retirado da boca ou mesmo de outros locais do corpo, como bacia ou da calota craniana.

Nesses casos, o tempo de recuperação total pode variar de 6 a 8 meses dependendo do paciente e só então o implante poderá ser realizado. 

Quais os tipos de implante dentário

Devido ao avanço tecnológico, os tratamentos odontológicos ganharam em praticidade e favorecem a recuperação de pessoas que perderam um ou mais dentes.

Atualmente, contamos com diversos tipos de implantes, que podem ser:

  • Unitário: é mais indicado para a reposição de um dente ou quando há a perda de mais de um dente, porém que estes não estejam em sequência.
  • Duplo: o implante duplo é indicado quando o paciente perdeu três dentes em sequência. Nesse caso, dois implantes são feitos, um em cada ponta, sendo que no meio a prótese se apoiará na gengiva.
  • Prótese protocolo: é ideal para quem perdeu vários dentes e utiliza de 4 a 8 implantes que sustentará a prótese total fixa. Entretanto, nesse procedimento é preciso que os ossos estejam saudáveis.
  • Prótese overdenture: também indicado para quem teve uma séria perda dental, mas utiliza de 2 a 6 implantes, onde são encaixados a prótese total. Contudo, ele atua como uma dentadura fixa, mas que pode ser retirada para higienização.
  • Implante zigomático: esse implante é para quem teve perda óssea severa. Neste caso, os pinos de titânio são fixados no osso zigomático, osso que compõe a maçã do rosto.

Devido ao avanço tecnológico, os tratamentos odontológicos ganharam em praticidade e favorecem a recuperação de pessoas que perderam um ou mais dentes.

Para quem finalmente deseja realizar o implante dentário, ele irá devolver ao paciente a estética, a função mastigatória, a fonética e, principalmente, a qualidade de vida.

Venha para o ICO Campinas, aqui você encontrará uma equipe de profissionais qualificados para analisar suas condições específicas, oferecendo o implante ideal para você.

implante dentário