A Odontologia e o rejuvenescimento facial

Pacientes



Envelhecer é um processo natural. Com o passar dos anos, nosso corpo passa por transformações associadas a diversos fatores internos e externos. É também reflexo de experiências e desafios pelos quais passamos ao longo da vida, o que acarreta em conhecimento e sabedoria.

Hoje, além de se preocupar em envelhecer com dignidade, garantindo acesso aos direitos básicos como saúde, moradia e fonte de renda, por exemplo, as pessoas têm valorizado questões estéticas, buscando formas de desacelerar o processo de envelhecimento.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o número de procedimentos de harmonização facial saltou de 72 mil para 256 mil ao ano, entre o período de 2014 e 2019. Em 2020, a pesquisa por “harmonização facial” cresceu 540%, de acordo com o Google Trends, ferramenta que monitora as tendências de pesquisa.

HOF

Harmonização Orofacial é um conjunto de técnicas, usadas juntas ou individualmente, que visam equilibrar a parte estética e funcional do rosto com o sorriso, eliminando rugas, linhas de expressão e corrigindo assimetrias. O procedimento não só contribui para a saúde e o bem-estar do paciente, como impacta diretamente em sua autoestima.

A escolha da técnica vai depender dos objetivos e necessidades do paciente e as mais utilizadas são:

- Toxina botulínica;
- Bichectomia;
- Fios de sustentação;
- Preenchimento com colágeno ou ácido hialurônico;
- Lipoaspiração de papada;
- Entre outras.

O processo de Envelhecimento

O processo de envelhecimento ocorre de forma mais acentuada após os 30 anos, de forma gradual e impulsionado por fatores intrínsecos e extrínsecos.

Os fatores intrínsecos são aqueles decorrentes do processo fisiológico natural, com a redução da produção de colágeno e de elastina e diminuindo, assim, a capacidade de renovação celular, o que gera uma série de consequências, como linhas de expressão, rugas, perda de luminosidade e alterações no contorno facial.

Já os fatores extrínsecos estão ligados às questões ambientais e hábitos que prejudicam a saúde, como exposição ao sol sem proteção, estresse, sedentarismo, higiene precária, alimentação inadequada e rica em açúcar, tabagismo e consumo de álcool, etc.

A importância do colágeno

O colágeno é uma proteína, presente no tecido conjuntivo, fundamental para manter a elasticidade e a firmeza da pele.

Quando nascemos, em nossa derme (segunda camada de pele formada por fibras, colágeno e elastina, e que sustenta a epiderme, a primeira camada de pele) se encontram mais de 70% do colágeno do corpo inteiro. Com o passar do tempo e, principalmente, após os 30 anos, a produção de colágeno começa a diminuir, resultando no processo de envelhecimento.

Além de cuidados com a pele e controle da alimentação, a reposição de colágeno pode ser feita através da ingestão de cápsulas e uso de cremes com a proteína hidrolisada, entretanto estes métodos geram resultados a longo prazo e requerem disciplina.

Para quem deseja resultados mais imediatos e eficientes, os procedimentos estéticos de reposição de colágeno são indicados. E é aí que entra a HOF.

Terapias de Colágeno

Especialidade da Odontologia desde 2019, com a resolução 198/2019 do CFO, as técnicas de HOF passaram a ser realizadas também por dentistas, o que levou a Odontologia muito além da boca.

Também asseguradas pela mesma resolução do CFO, as terapias de colágeno são fundamentais para reestruturar a pele, assegurando uma pele mais saudável, hidratada, jovial e livre de rugas e flacidez.

Confira as principais terapias de colágenos utilizadas na HOF:

1) Intradermoterapia ou mesoterapia
A técnica, que consiste em aplicar injeções de ácido hialurônico, juntamente com outras substâncias que proporcionam hidratação imediata, visa renovar o aspecto da pele.

2) Bioestimuladores
É a injeção de substâncias biocompatíveis e bioabsorvíveis, que estimulam a produção de colágeno.

3) Ozonioterapia
Consiste no tratamento com ozônio que, além de preencher imediatamente rugas finas e devolver o brilho à pele, possui efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes, melhorando a circulação, a oxigenação e estimulando a produção de colágeno. É uma técnica minimamente invasiva e segura.

4) Fios de PDO (Polidioxanona)
É um lifting facial não cirúrgico, feito com fios totalmente biodegradáveis e absorvíveis, que atuam diretamente na eliminação de flacidez, rugas e estimulam a produção de colágeno, revitalizando a pele.

5) Ácido hialurônico
Consiste na injeção de ácido hialurônico (molécula presente no tecido conjuntivo e que também diminui ao longo dos anos, responsável, juntamente com o colágeno, pela tonicidade e textura da pele) para devolver o volume e a firmeza da pele.

6) Microagulhamento
Indicado para tratar sinais do envelhecimento, flacidez, estrias, manchas, queimaduras e cicatrizes de acne, a técnica consiste no uso de diversas agulhas de aço cirúrgico, dispostas em um rolo que provocam leves punturas, a fim de estimular a produção de colágeno.

ICO Campinas

Indicada para mulheres e homens que buscam ter um rosto mais harmonizado com o sorriso e com uma pele saudável e rejuvenescida, a HOF, juntamente com suas terapias de colágeno, é uma tendência não somente no Brasil, como no mundo inteiro.

consulta

Referências

https://www.youtube.com/watch?v=BTQq17Mw8Ag

https://g1.globo.com/go/goias/especial-publicitario/tonya-beauty/estetica-avancada/noticia/2021/08/11/a-crescente-procura-por-harmonizacao-facial.ghtml

https://revistamarieclaire.globo.com/Beleza/noticia/2020/08/colageno-veja-tudo-o-que-e-preciso-para-pele-produzir-mais.html

https://www.natura.com.br/blog/pele/colageno-entenda-como-ele-e-fundamental-para-sua-pele?gclid=Cj0KCQiA8vSOBhCkARIsAGdp6RQQYm3zyAPxnNsw-

Q7NKEuo-pEjrPvJSeO9vhKIsuy8ynqXeslAp8UaAoSGEALw_wcB&gclsrc=aw.ds

https://contox.com.br/10-terapias-de-estimulo-ao-colageno-para-dentistas/

https://www.sbd.org.br/conheca-os-processos-de-envelhecimento-da-pele-e-saiba-como-retarda-los/