Bruxismo pode ter causa genética, segundo novo estudo

Bruxismo pode ter causa genética, segundo novo estudo

Bruxismo pode ter causa genética, segundo novo estudo Pesquisadores chilenos descobriram que algumas formas de bruxismo podem ser geneticamente determinadas. O estudo mostrou que o bruxismo do sono foi duas vezes mais frequente entre os portadores de uma mutação no gene do receptor de serotonina. O bruxismo afeta um em cada cinco adultos e até um bilhão de pessoas em todo o mundo. A condição pode causar danos graves à dentição. Vários estudos têm demonstrado que o bruxismo é mais comum entre os indivíduos que apresentam distúrbios do sono como ronco e apneia obstrutiva do sono. Além disso, o estado também tem sido associado com distúrbios mentais, ansiedade e estresse. Os resultados sugerem que os polimorfismos na neurotransmissão serotonérgica estão envolvidos no bruxismo. Os pesquisadores, entretanto, afirmam que é necessária mais investigação para aumentar o entendimento atual da fisiopatologia bruxismo. Fonte: Dental Tribune