O que esperar da harmonização facial?​

O que esperar da harmonização facial?​

A harmonização facial é um tratamento que realça a beleza do rosto de mulheres e homens. Ele une vários outros tratamentos, como pequenas intervenções suaves e sem cortes. Após o procedimento, o rosto ganha um aspecto mais harmônico e jovial. 

O rejuvenescimento é o objetivo principal de quem se submete à técnica. Uma outro ponto que se pode esperar da harmonização facial é a correção da simetria e proporcionalidade da face. Assim, as linhas naturais do rosto são favorecidas, completando detalhes que podem destacar  sua beleza individual.

Leia mais sobre harmonização facial e saiba o que esperar desse tratamento. 

Resultados da harmonização facial

harmonização facial é um dos procedimentos mais procurados nos consultórios de todo Brasil. As mulheres são as que mais se submetem à técnica devido à sua praticidade e por apresentar resultados rápidos. 

O tratamento é pouco invasivo e não exige cirurgia. Por esse motivo, a recuperação da harmonização facial é simples e tranquila. É possível que, no início, haja um pouco de vermelhidão e inchaço, porém são efeitos temporários. 

Outra vantagem para quem se submete ao método é que a pessoa não precisa se afastar das suas atividades do cotidiano, como trabalho e estudos. Entre 15 a 30 dias, já é possível observar os primeiros resultados. Durante esse período, o inchaço terá desaparecido.

Os principais resultados que podemos esperar da harmonização facial é um tratamento eficaz contra o envelhecimento da face, provocado pela perda da elasticidade da pele, queda dos tecidos, músculos e gordura. O procedimento alivia essas transformações, tornando o rosto mais firme.  

Esses resultados são possíveis graças à evolução da estética e da odontologia, o que  faz com que o procedimento seja cada vez mais procurado devido aos surpreendentes resultados.

Qual profissional pode fazer harmonização facial?

O profissional de odontologia é um dos especialistas capazes de realizar a técnica de harmonização. O procedimento foi autorizado pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) em 2019, que reconheceu a harmonização orofacial como uma especialidade da odontologia. 

O reconhecimento foi possível porque os profissionais da Odontologia são experts em anatomia e nas medidas faciais e dentais. Isso contribui com o equilíbrio estético e funcional. Os cirurgiões-dentistas podem realizar o procedimento, que implica a cavidade bucal, musculatura e tecidos da face. 

MERCADO DE HARMONIZAÇÃO FACIAL ESTÁ EM CRESCIMENTO 

Por ser um procedimento bastante procurado para quem quer se sentir mais jovem, a harmonização facial é uma ótima opção para o consultório odontológico que quer crescer e ter maior margem de lucro. 

O método agrega valor ao consultório e aumenta a demanda de pacientes, mas, para oferecer o serviço, o cirurgião-dentista deve estar preparado e qualificado para realizar um atendimento de qualidade. 

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a busca por procedimentos não cirúrgicos tem crescido no Brasil. A justificativa para o aumento se dá porque muitos jovens estão buscando harmonização orofacial para dar um equilíbrio à face.  

HARMONIZAÇÃO FACIAL NO CONSULTÓRIO: COMO TRABALHAR?

Primeiro, o cirurgião-dentista precisa se especializar na área. Ele deve estar atento às responsabilidades éticas e legais. Além disso, ele deve saber lidar com a expectativa do paciente. É muito importante entender o que o paciente deseja, mas também deve orientá-lo sobre as melhores opções para o seu caso.  

O cirurgião-dentista precisa passar confiança para pacientes, já que o procedimento vai influenciar na autoestima das pessoas. 

Outra coisa importante para o consultório de Odontologia é saber planejar estratégias que visam atrair os pacientes que desejam realizar a harmonização facial. Uma das maneiras é utilizar as redes sociais, que podem ser grandes aliadas para apresentar o seu trabalho, e tirar dúvidas. 

Entre os benefícios para o consultório de Odontologia estão:

  • Agregar valor;
  • Aumento da demanda de pacientes;
  • Maior margem de lucro;
  • Mais opções de serviços.